04/05/2018 7h58 - Atualizado em 04/05/2018 8h01

Abastecimento de Água está comprometido pela falta de Chuva

As Comunidades do interior do município são as mais atingidas



Abastecimento de Água está  comprometido pela falta de Chuva

A falta de chuva nos últimos dias tem atingido a vida de muitas pessoas, seja por problemas no abastecimento de água para o consumo humano ou para o abastecimento para consumo  dos animais, no qual,  vem  somando perdas significativas  em  muitas propriedades rurais,  contabilizando  prejuízos na produção,  especialmente na atividade leiteira que já soma diminuição das pastagens de verão e com a implantação e o desenvolvimento das forrageiras de inverno.

Na  produção agrícola ocorre o mesmo,  culturas de verão como o milho,  já sofreu  com o clima desfavorável,   e agora  o  trigo,  que poderá sofrer atraso no plantio  em caso deste  quadro  perdurar.

Segundo  o Secretário do  Desenvolvimento Rural, Mauro Ludwing, várias famílias do município já  sofrem com falta de água, as principais  localidades atingidas são:  Alto Cordeiro de Farias, Capitel Santo Antônio, Linha da Paz, Linha Vargas, Baixo Azul, Linha São Luís, Setores da área Indígenas e escolas.

Para atenuar os prejuízos aos produtores rurais, a administração  está  realizando diariamente ações para garantir  o fornecimento de água potável para consumo humano através de um caminhão pipa.

 Conforme o Secretário de Desenvolvimento Rural,  diversas medidas já  foram tomadas para  diminuir o impacto neste período de seca,  muitos bebedouros foram  abertos nas propriedades rurais,  para amenizar a situação no fornecimento de água para o consumo animal.

O Prefeito Clairton Carboni, realizou  uma reunião de emergência  em seu gabinete, nesta quinta-feira, onde participaram o Vice-prefeito Valdir e os Secretários do Desenvolvimento Rural Mauro e Assistência Social Luiza e adjunto Ercílio, juntamente com a equipe da  Defesa Civil do município,  para buscar  alternativas que possam  amenizar este problema, especialmente as que vivem no campo,  pois foram  as  mais  atingidas  com  a falta de chuva.



Enviar por e-mail Imprimir